Arquivo

Posts Tagged ‘a casa dos videojogos’

Bang! Bang! Bunny – Morte aos Oryctolagus Cuniculus

bunny

Cenouras, rabanetes, tomates, cebolas, alho francês mas acima de tudo batatas. Toda esta bondade do Senhor vem do solo, providenciada pelo direito divino de cavar. É bonito.

O mal é Satanás, incarnado nestas criaturas a quem nunca ninguém deu o direito divino de CAVAR! Perdão, exalto-me ao mencionar estes seres, mas o Senhor apregoa a bondade e amizade entre todos os seres…

Olha!!! Ali! É um daqueles farfalhudos! Bang! Bang! x x…

Que se amole o Senhor, vamos mas é desancar porrada nestas pestes!

bunny2

  • Developer: Mad Blow Fish
  • Data de lançamento: Junho de 2015
  • Plataforma: Android
  • Preço: Já mais!
  • Onde adquirirGoogle Play
Anúncios

O Tower Slash está a chegar para quebrar dedos!

tower slashOK, ok, o título não é meu é do autor, mas haverá melhor título não creio…

O João Vasco brindou-nos com um retro de última geração, cheio de cor e ritmo, nitidamente desenhado e desenvolvido à base de noitadas e bebidas energéticas.

Tem todos os ingredientes certos, como personagens desbloqueáveis e evolução das mesmas, muitas habilidades especiais e super poderes.

De salientar ainda que qué é um nomeado para “Best upcoming game” nos prémios IMGA 2015.

Johnny Scraps: Clash of Dimensions – Conheçam João Restos

clash_of_dimensionsJohnny Scraps conhecido por João Restos, ou no círculo de amigos por, Alfredo, é um senhor que tem como melhor amigo um porco. Mas este porco não é um porco qualquer, é um super porco! Não pelas piores intenções, mas sim porque defende a humanidade de malévolas criaturas hediondas ao comando do cientista maluco, ou para os humanos, Dr. Chico.

Ajuda o porco do Alfredo a lutar contra estes exércitos do mal em busca da salvação humana em Johnny Scraps: Clash of Dimensions!

Color Orbs – Jazz em côr e movimento

Icon.77291

Existe sempre aquele momento onde a vida abranda, largamos uma flatulência suave e sentamos-nos no sofá a sentir a vida deslizar, é isto que Color Orbs proporciona. Estes instantes são enriquecidos com um aperitivo cognitivo de sabor suave e altamente ímpar, permitindo um escape perfeito a qualquer inquietação ou ruído neuronal que possa atormentar a mente do jogador.

No momento que se segue ouve-se o buzz do relógio a reclamar que está na altura de despachar, de seguida palavras profanas, como “Caneco” ou “Chiça”, saem em ritmo de metralhadora. É aqui, no pico do stress que se atira o telemóvel à televisão e se encontra o nirvana…

%d bloggers like this: